Poema de Doctora brasilera dedicado al Comandante en Jefe

Autora: Dra. Maria Fernanda

Nos montes da Ásia, logo após um terremoto, uma mãe recebe um abraço de consolo por ter perdido seu filho para o frio.

Este abraço é teu abraço.

Na selva peruana, uma mulher dá a luz e são teus braços que recebem a criança a este louco mundo.

Nos Andes, um velho indígena aymara vê pela primeira vez um médico E são tuas mãos que o tocam.

Em algum lugar da África, se escuta um hino de Angola E teu sangue se confunde com o vermelho daquela bandeira.

Em algum lugar do Caribe, alguém lê a constituição em um pacote de farinha e reconhece que estas letras também são tuas.

Em algum lugar perdido no mar, um negro recebe agua logo após um desastre. Estas mãos são tuas!

Nos altiplanos, uma avó vê teu milagre, ao comtemplar a luz dia, antes borrada pela catarata.

Estas mãos são tuas

Em uma ilha do Caribe, uma criança e todos seus amigos, dormem tranquilos, pois sabem que ali não terão fome.

E são tuas mãos que sovaram o pão.

Em alguma rua, praça ou escola, hoje alguém agradece tuas lições. A lição de que o amor pelo outro, pela vida plena, é revolucionário.

A lição de que as ideias não morrem.

Tampouco as pessoas que dedicam sua vida a outras vidas.

Estas pessoas, assim como tu, não acabam em si mesmo.

Elas se multiplicam em todo amor que compartilham.

Obrigado Comandante!

Hasta siempre Fidel!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s