ESPAÇO DE CINEMA & DEBATE RELATIVO AO BLOQUEIO, REALIZADO NA UNIVERSIDADE NACIONAL DE BRASÍLIA.

Brasília, 12 de setembro. O Comitê Nacional de solidariedade com Cuba, que faz parte do Comitê Internacional contra o Bloqueio com sede em Washington, organizou um espaço de cinema & debate na Universidade Nacional de Brasília (UnB) relativo ao bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos a Cuba há quase 60 anos.

Na organização do evento interviram, ademais, o Movimento Paulista de Solidariedade com Cuba e a Organização de Núcleos de Estudos sobre Cuba (NESCUBA) da referida Universidade. Estiveram presentes alunos de várias faculdades, professores, residentes cubanos, amigos de solidariedade em Brasília, Rio de Janeiro e São Paolo, bem como representantes do Partido de Socialista Brasileiro (PSB) e da Refundação Comunista.

Foi apresentado o documentário “Bloqueio, a guerra contra Cuba”, realizado por Carmen Diniz em conjunto com um grupo de amigos de solidariedade, exibindo aspectos essenciais da história de Cuba, a revolução e a guerra imposta pelos Estados Unidos, com o bloqueio econômico como principal expoente. Suas características e natureza, bem como as consequências graves que são produzidas sobre o povo cubano.

No debate, vários participantes denunciaram as consequências do bloqueio contra Cuba em todas suas dimensões, e salientaram o espírito solidário e humanista da Revolução cubana, sua resistência e dignidade, como um símbolo da luta. Houve muitas referências emocionais de apreço e carinho para o trabalho e pensamentos do comandante-em-chefe Fidel castro.

O Comitê de Solidariedade com Cuba explicou o trabalho que desenvolve com o Congresso Brasileiro, fazendo coleta de adesões para uma declaração contra o bloqueio, sob intuito de faze-la chegar aos congressistas americanos.

O Encarregado de Negócios a.i. da Embaixada de Cuba em Brasília, o Embaixador Rolando Gómez González, relatou os efeitos preliminares do impacto do furacão Irma em Cuba, agradeceu os gestos e as mensagens de solidariedade recebidas e deu uma ampla explicação sobre a origem e o desenvolvimento do bloqueio, seu recrudescimento com a nova administração dos EUA, bem como seu caráter genocida e extraterritorial que afeta a vida de todos os cubanos.  Ele respondeu perguntas e versou ao redor da histórica disputa entre Cuba e Estados Unidos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s