Anuncia governo cubano ajuda a danificados pelo furacão Irma

Havana, 18 sep (Prensa Latina) O governo cubano anunciou hoje que financiará o 50 por cento do preço dos materiais de construção que serão vendidos os danificados cujas moradias foram destruídas total ou parcialmente pelo furacão Irma.
Tomando em consideração as severas afetações causadas pelo furacão Irma, o Governo decidiu que o Orçamento do Estado financie o 50 por cento do preço dos materiais da construção que vender-se-ão às pessoas danificadas, expressa uma nota informativa publicada no jornal oficial Granma.

O comunicado explica que a medida é uma resposta às severas afetações causadas por este fenómeno meteorológico e tomou em consideração as experiências positivas obtidas durante a recuperação dos danos ocasionados pelos furacões Sandy e Matthew.

Para isso indica uma série de passos que incluem a certificação pelos Conselhos de Defesa da magnitude dos danos ocasionados na cada moradia e sua aprovação dos recursos a atribuir para solucionar as afetações produzidas.

Anuncia que pára a compra desses materiais, os afectados poderão solicitar crédito bancário com baixa taxa de interesse e devolução em maior número de anos, e que nos casos de derrubes totais de moradias e de tetos, o Orçamento do Estado assumirá o pagamento dos interesses para o Banco.

Para aqueles cujos rendimentos não lhes resultem suficientes para assumir as despesas, o Conselho de Defesa avaliará a aprovação de subsídios para adquirir esses materiais.

Como excepção anuncia a aprovação de outorgar subsídios para ações construtivas nas moradias às pessoas que foram objeto deste benefício anteriormente e às que mantenham adeudos por créditos bancários outorgados por este conceito.

O furacão Irma, que assolou a região do Caribe de 6 a 11 de setembro com categoria cinco na escala Saffir Simpson, provocou em Cuba a morte de umas 10 pessoas e obrigou a evacuação de um milhão e 738 mil pessoas, a maioria em casas de vizinhos e familiares.

Ainda se valorizam os grandes danos materiais provocados pelo fenómeno em numerosas províncias cubanas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s