¡EL MUNDO CON CUBA!

O Comitê Internacional Paz, Justiça e Dignidade aos Povos, felicita com júbilo o governo e povo cubano pela contundente vitória atingida no dia de ontem ante a Assembléia Geral da ONU,na qual 191 países votaram pela 26ª ocasião, a favor da Resolução “Necessidade de pôr fim ao bloqueio econômico, comercial e financeiro imposto pelos Estados Unidos contra  Cuba”  Só dois países votaram na contramão: Estados Unidos e seu satélite Israel.

191 X 2-1

Repudiamos as declarações desrespeitosas e que ignoram escandalosamente a verdade, de Nikki Haley embaixadora de EE.UU ante a ONU, que em nome de seu governo ofendeu  Cuba e todos os países membros da Assembléia Geral, desconhecendo e  debochando do máximo organismo que empodera as nações do planeta e a autoridade que emana dela desde sua fundação.

 Não só deixou em evidência a típica arrogância e ignorância imperial, como também o desprezo absoluto a toda a comunidade internacional. Desde grandes países como Rússia, China, Índia até a pequena Jamaica, não só votaram contra o bloqueio  como também fundamentaram em intervenções memoráveis, que reúnem  todo o espectro político mundial desde a direita, o centro e a esquerda, a necessidade de pôr fim a uma política fracassada que provoca enorme sofrimento ao povo cubano e afeta os interesses dos cidadãos dos EE.UU.

 Denunciamos com todas as forças a ingerência e prepotência dos EE.UU que pretende se arrogar o direito de decidir sobre a vida, a economia e a forma de governo de um pequeno país vizinho como Cuba, que forjou sua definitiva independência em 1ro de janeiro de 1959.

 EE.UU carece de moral para falar de democracia e direitos humanos, porque tem-se erigido como seu principal violador. Suas guerras de ocupação e rapinagem têm deixado milhões de mortos, destruído parte do patrimônio da humanidade, provocado centenas de milhares de refugiados, órfãos e mutilados. É o detentor do maior arsenal de armas nucleares e a principal ameaça à paz. Por trás da cada golpe de estado e assassinato seletivo, por trás da feroz tortura e dos campos de prisioneiros, está a mão perversa de EE.UU.

 Enquanto eles têm enchido de dor ao mundo, a pequena Cuba sitiada e bloqueada faz mais de meio século, ainda que nas mais difíceis circunstâncias, constitui um exemplo de dignidade e solidariedade internacional. O sangue derramado de seus valiosos filhos não ocupou países, pelo contrário os libertou, ajudando a terminar com o terrível regime do apartheid em Angola. Suas missões médicas e de educação não sabem de armas letais, Cuba é sinónimo de amor à humanidade.

 Indigna o cinismo e o apetite  ingerencista da representante imperial, que assim como  seu Presidente, inspira vergonha a milhões de estadounidenses e deixa ao mundo em estupor, ao presenciar da forma mais grotesca, aquilo que disse o grande escritor norte-americano Gore Vidal “Estados Unidos está submetido à maior crise política, ética e moral”. Nunca como agora tem sido maior seu isolamento e solidão.

 Junto ao governo e povo cubano, e aos milhões de homens e mulheres de boa vontade, representados em 191 países que disseram Não Mais Bloqueio, seguiremos denunciando, resistindo e batalhando pelo fim de uma política criminosa, cheia de ódio e retrógrada.

 O bloqueio continua, a solidariedade internacional deve ser multiplicado Já!!

Não ao Bloqueio! Não à ocupação de Guantánamo! Não aos planos de mudança de regime!

 Cuba vencerá!

 Viva Cuba Livre, Soberana e Socialista!!!

 2 de Novembro, 2017

O Comitê Internacional Paz, Justiça e Dignidade aos Povos.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s