A dinâmica de um teste das eleições

Em 19 de novembro terá lugar o teste dinâmico, prévio ao desenvolvimento, no próximo dia 26, das eleições dos delegados (vereadores) das assembleias municipais do Poder Popular

«…A eleição revolucionária em nosso país no é para eleger conhecidos mas para eleger pessoas de mérito, pessoas de qualidade, pessoas com capacidade, pessoas patrióticas, revolucionárias…»

Fidel Castro Ruz

O programa geral das eleições prevê, entre as atividades de asseguramento ao processo eleitoral, o desenvolvimento do teste dinâmico, o qual terá lugar no próximo dia 19 de novembro.

Com este exercício se põem em prática os meios, mecanismos e estruturas eleitorais, a fim de garantir todas as condições e evitar contratempos no dia da votação. Trata-se, segundo explicou ao jornal Granma Tomás Amarán Díaz, vice-presidente da Comissão Eleitoral Nacional (CEN), «de ativar e comprovar o sistema de trabalho integral previsto para as eleições».

O teste, disse, começa às 7h com a abertura dos mais de 24.300 colégios eleitorais de todo o território nacional. «Nesse momento mobilizam-se as 12.515 comissões eleitorais de circunscrição, bem como as demais estruturas em nível de município, província e país; e todos os membros devem ocupar seus postos de trabalho».

Começa então a primeira fase do exercício, a qual se estende até as 9h aproximadamente, e compreende o exame dos meios de comunicação, telefones, inclusive as alternativas planificadas nas zonas de silêncio, tais como radioamadores, enlaces e até as opções de transporte, pois há lugares muito intrincados.

Pretende-se verificar tudo, desde a composição e assistência dos integrantes das estruturas eleitorais até as condições dos colégios, iluminação, existência dos símbolos pátrios, os meios técnicos, o sistema informático, bem como a disponibilidade dos materiais destinados ao trabalho nas mesas: modelos, folhetos e demais recursos.

Concluída a primeira etapa do teste, emite-se um relatório qualitativo e quantitativo à CEN, cuja informação deve fluir dos colégios a todas as estruturas e refletir as principais incidências.

Posteriormente, indicou Tomás Amarán, está previsto um teste geral das eleições, com o fim de prever determinados casos que possam ocorrer que não exista nenhum imprevisto».

O teste deve acabar passado o meio-dia e a partir daí as autoridades eleitorais devem trabalhar com agilidade, de conjunto com os organismos correspondentes nas diferentes demarcações, para resolver, de maneira imediata, as insuficiências detectadas».

Tomás Amarán sublinhou que a semana prévia às eleições de delegados às assembleias municipais do Poder Popular, que terão lugar em 26 de novembro, será dedicada a corrigir, pontualmente em cada lugar, os problemas identificados durante o teste dinâmico.

«…A eleição revolucionária em nosso país no é para eleger conhecidos mas para eleger pessoas de mérito, pessoas de qualidade, pessoas com capacidade, pessoas patrióticas, revolucionárias…»

Fidel Castro Ruz

O programa geral das eleições prevê, entre as atividades de asseguramento ao processo eleitoral, o desenvolvimento do teste dinâmico, o qual terá lugar no próximo dia 19 de novembro.

Com este exercício se põem em prática os meios, mecanismos e estruturas eleitorais, a fim de garantir todas as condições e evitar contratempos no dia da votação. Trata-se, segundo explicou ao jornal Granma Tomás Amarán Díaz, vice-presidente da Comissão Eleitoral Nacional (CEN), «de ativar e comprovar o sistema de trabalho integral previsto para as eleições».

O teste, disse, começa às 7h com a abertura dos mais de 24.300 colégios eleitorais de todo o território nacional. «Nesse momento mobilizam-se as 12.515 comissões eleitorais de circunscrição, bem como as demais estruturas em nível de município, província e país; e todos os membros devem ocupar seus postos de trabalho».

Começa então a primeira fase do exercício, a qual se estende até as 9h aproximadamente, e compreende o exame dos meios de comunicação, telefones, inclusive as alternativas planificadas nas zonas de silêncio, tais como radioamadores, enlaces e até as opções de transporte, pois há lugares muito intrincados.

Pretende-se verificar tudo, desde a composição e assistência dos integrantes das estruturas eleitorais até as condições dos colégios, iluminação, existência dos símbolos pátrios, os meios técnicos, o sistema informático, bem como a disponibilidade dos materiais destinados ao trabalho nas mesas: modelos, folhetos e demais recursos.

Concluída a primeira etapa do teste, emite-se um relatório qualitativo e quantitativo à CEN, cuja informação deve fluir dos colégios a todas as estruturas e refletir as principais incidências.

Posteriormente, indicou Tomás Amarán, está previsto um teste geral das eleições, com o fim de prever determinados casos que possam ocorrer que não exista nenhum imprevisto».

O teste deve acabar passado o meio-dia e a partir daí as autoridades eleitorais devem trabalhar com agilidade, de conjunto com os organismos correspondentes nas diferentes demarcações, para resolver, de maneira imediata, as insuficiências detectadas».

Tomás Amarán sublinhou que a semana prévia às eleições de delegados às assembleias municipais do Poder Popular, que terão lugar em 26 de novembro, será dedicada a corrigir, pontualmente em cada lugar, os problemas identificados durante o teste dinâmico.

Fonte: Granma

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s