#Cuba: Concluem deputados cubanos debate em comissões no Parlamento

Havana, 20 dez (Prensa Latina) Os deputados cubanos concluem hoje as análises nas 10 comissões de trabalho prévio ao X Período Ordinário de Sessões da oitava legislatura da Assembléia Nacional do Poder Popular (Parlamento).
Os grupos avaliam diversos temas, incluído o cumprimento dos objetivos que se propuseram para o período 2013-2018.

Prévio ao plenário – previsto para amanhã 21 de dezembro no Palácio de Convenções de Havana-, os deputados trocaram nas comissões de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente.

Na Comissão de Atenção aos Serviços; a Agro-alimentar; de Atenção à Juventude, a Infância e a Igualdade de Direitos da Mulher.

Bem como na de Assuntos Constitucionais e Jurídicos; de Assuntos Econômicos; de Indústria e Construções; de Relações Internacionais; de Saúde e Desporto, e a de Defesa Nacional.

Ontem 19, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAI) avaliou os estimados preliminares da execução do Orçamento do Estado em 2017 e as projeções para o próximo anos, num contexto de austeridade e racionalidade.

Também se conheceu que Cuba sustentou em 2017 sua tendência atual na dinâmica de crescimento econômico, pese ao impacto do bloqueio dos Estados Unidos e tensões adicionais por fatores materiais, financeiros e climatológicos.

Assim o assegurou o ministro de Economia e Planejamento, Ricardo Cabrisas, ao apresentar a valoração ante a CAI.

Segundo disse, 2017 foi um ano tenso e complexo, no qual desde o ponto de vista climático o país enfrentou uma forte seca e depois as afetações do furacão Irma, um fenômeno de grande intensidade, que afetou boa parte do território.

De outro lado, os parlamentares examinaram os obstáculos e avanços na indústria agro-alimentar, um setor que tenta conseguir melhores opções para a população cubana em matéria de alimentos.

Enquanto, os deputados reunidos na comissão ao efeito, debateram sobre o retrocesso experimentado no aspecto social por América Latina com a volta ao poder da direita em alguns países da região.

A Assembléia Nacional do Poder Popular é o órgão supremo do poder do Estado, a qual representa e expressa a vontade soberana de todo o povo.

É eleita por um termo de cinco anos e ao constituir-se para uma nova legislatura, votam entre seus deputados pelo seu Presidente, Vice-presidente e Secretário.

Assim mesmo elege, dentre seus deputados, ao Conselho de Estado, integrado por um Presidente, um Primeiro Vice-presidente, cinco Vice-presidentes, um Secretário e mais de uma vintena de membros.

O Conselho de Estado é responsável ante o Parlamento e rende-lhe conta de todas suas atividades.

Fonte: Prensa Latina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s